Ribeyra garante bronze para a França

Anaïs Ribeyra (à esquerda) comemora o segundo golo com Makan Traoré (©sportsfile)

Anaïs Ribeyra (à esquerda) comemora o segundo golo com Makan Traoré (©sportsfile)

Anaïs Ribeyra marcou dois golos nos últimos 14 minutos que permitiram à França garantir o terceiro lugar no Campeonato Europeu Feminino de Sub-17.

Final emocionante
Num jogo equilibrado, a Noruega adiantou-se no marcador aos 63 minutos, através da capitã de equipa Catherine Dekkerhus, mas Ribeyra fez o empate logo de seguida através de um cabeceamento. A mesma jogadora voltou a facturar a um minuto do fim, e a suplente Tatiana Solanet selou a vitória das vice-campeãs de 2008 com um remate de longe.

Oportunidades madrugadoras
A primeira oportunidade da partida pertenceu à Noruega, quando Maria Thorirsdottir rematou de cabeça ao poste, na sequência de um canto, aos nove minutos, e depois recuperou a bola no ressalto para voltar a colocá-la na área, onde Lisa-Marie Utland obrigou Camille Desforges a boa defesa. Cindy Thomas também esteve perto de marcar para a França, e Utland voltou a mostrar-se perdulária num disparo de cabeça, que saiu por cima.

Partida disputada
Ambas as equipas continuaram a criar oportunidades e a França esteve três vezes perto do golo, entre os minutos 19 e 24, através de Thomas, Makan Traoré e Maeva Clemaron, esta última num remate que ainda tocou na barra. A Noruega respondeu e, nos dez minutos que se seguiram, Desforges teve de defender remates de Emilie Haavi, Isabell Gjerde e Andrine Hegerberg.

Noruega em vantagem
O ritmo não abrandou após o intervalo, mas as francesas Anaïg Butel e Solanet não conseguiram bater Hilde Gunn Olsen, e seria mesmo a Noruega a marcar contra a corrente do jogo. A equipa gaulesa não conseguiu afastar uma bola vinda de um canto e, no ressalto, Dekkerhus não perdoou.

Recuperação
Ribeyra tinha rematado ao lado alguns segundos antes e, um minuto após o primeiro golo, viu novo disparo seu ser afastado em cima da linha por Thorirsdottir. No entanto, à terceira foi de vez e, aos 66 minutos, marcou num cabeceamento de cima para baixo após cruzamento de Butel. A França continuou a pressionar e Caroline La Villa e Ribeyra viram remates sucessivos devolvidos pelos postes. Finalmente, Ribeyra desviou um cruzamento de Traoré para o fundo da baliza e o tiro de Solanet enganou Olsen, que ainda assim realizou uma excelente exibição.

In pt.uefa.com

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s


%d bloggers like this: