Final do Torneio de Albergaria

torneio_albergaria

Torneio de Albergaria-a-Velha terminou ontem com a vitória justa doEscola sobre o Odivelas na final (3-0). Depois do 6.º lugar do Salgueiros, do 5.º lugar do Feirense, do 4.º lugar da Fundação D. Laura Santos e do 3.º lugar do Albergaria, os primeiros lugares do pódio ficaram decididos no único jogo do torneio que contabilizou 90 minutos (os restantes foram de 60 minutos).

O facto de haver mais tempo de jogo não beneficiou, no entanto, as equipas, visto que o ritmo de ambas nesta altura ainda era pouco. De qualquer forma, oEscola demonstrou já estar bem mais rodado do que o Odivelas, ao entrar a “matar” no jogo. Mal estava decorrido o primeiro minuto e, depois de uma falha defensiva do Odivelas, o Escola adiantou-se logo no marcador. Não muito tempo depois (talvez 5 minutos?), a equipa de Viseu voltou a marcar, aproveitando o choque natural das jogadoras do Odivelas, que se viram logo a perder. Só então a equipa começou a dar alguma réplica, com Susana Marques a enviar uma bola à trave da baliza do Escola. No entanto, pouco depois, uma saída tardia da guarda-redes do OdivelasCarla Horta, a uma bola bombeada para a frente pela defesa do Escola, causou o terceiro golo, que praticamente terminou com as aspirações do Odivelas – e ainda nem estava decorrida meia-hora de jogo.

Na segunda parte, o Odivelas melhorou, mas apesar de o Escola raramente ter saído do seu meio-campo, as oportunidades de golo da equipa em desvantagem foram extremamente diminutas. Na segunda parte confirmou-se também que o jogo tinha, para algumas jogadoras do Escola, tudo menos a conotação de amigável, visto que a jogadora número 3, lateral esquerda cujo nome desconhecemos, cuspiu em cima da número 13 do OdivelasMariana Cabral. Lamentamos pelas jogadoras do Escola que não concordem com estas acções, mas a verdade é que estes actos são vergonhosos e injustificáveis, sem tirar nem pôr. Tal como tinha sucedido no Escola vs Albergaria, o jogo acabou por endurecer, o que muito nos entristece.

Ressalvamos, por isso, que no final do torneio o Odivelas foi considerada a equipa com mais fair play do torneio, o que muito orgulhou as jogadoras que não se revêem nos actos praticados no jogo anterior à entrega de prémios.

Terminada a final, foi também tempo de premiar a Melhor JogadoraDiana Sousa (será que era assim?), do Feirense Fundação D. Laura Santos, e aMelhor Guarda-Redes, prémio atribuído à jovem atleta do Odivelas,Patrícia Morais (16 anos). Parabéns, Patrícia! A propósito do prémio atribuído a Patrícia, ressalve-se que as duas guarda-redes do Odivelas jogaram sempre 45 minutos em todos os jogos incluindo a final. Nessa mesma linha, todas as 16 convocadas da equipa contabilizaram um total de pelo menos 1 hora de jogo e participaram em todos os jogos do torneio, incluindo a final.

Por isso mesmo, parabéns às valentes que, mesmo com três treinos, se bateram ao máximo pelos valores do Odivelas:

Carla Horta
Patrícia Morais
Ana Pontes
Daniela Caliça
Sofia Carvalho
Cátia Reis
Mariana Cabral
Sofia Nunes
Rita Monteiro
Patrícia Gouveia
Fátima Martins
Adriana Augusto
Jacyra Miguel
Susana Marques
Susana Dias
Marta Modesto

E um grande obrigada às ausentes Amélia Pereira, Elsa Ventura, Vânia Van der Kellen, Mónica Gonçalves, Sónia Brit, Elsa Santos, Mafalda Gomes, Andreia Fonseca e Luciana Garcia, que mesmo não podendo estar presentes no torneio, não deixaram de enviar o seu apoio através de mensagens e telefonemas. Obrigada, meninas! E também não pode ficar de fora desta ronda de agradecimentos o técnico que acompanhou o Odivelas ao torneio: Edgar Cardoso. Obrigada, Edgar, e parabéns pelo “sucesso” que fizeste… não é assim, meninas do Salgueiros?!

Por fim, mas não menos importante, um grande obrigada a Paula Lima, que foi a (muito simpática e muito prestável) guia do Odivelas no torneio. Às organizadoras do torneio fazemos desde já a exigência: se o Odivelas for convidado para mais alguma edição do torneio, só irá se tiver como guia Paula Lima!

E, agora sim, para terminar: obrigada Albergaria pela organização irrepreensível e incansável deste torneio. Foi uma grande festa do princípio ao fim e um convívio entre atletas absolutamente fantástico, fosse em jantares, almoços, jogos de ping-pong e snooker, dormidas de pavilhão e, até, na partilha de umas “jolas”… Sim, porque também as houve!

E agora vêm aí muitos vídeos com mini entrevistas na hora conduzidas por Ana Pontes, por isso fiquem atentos! Altura para conhecermos a Joana “Bola na trave” do Feirense (e a “Carminho”!), a Sílvia “campeã de ping-pong” Rebelo da Fund. Laura Santos, as meninas “ai que aquele treinador do Odivelas é mesmo giro” do Salgueiros e as organizadoras do torneio, as jogadoras do Albergaria. Obrigada a todas pela vossa participação nas nossas brincadeiras e parabéns pelo excelente convívio que protagonizaram ao longo de todo o fim-de-semana.

In odivelas.wordpress.com

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: