Dirigente detona assistente e pede afastamento de mulheres da arbitragem

O vice-presidente executivo do Vitória, Jorge Sampaio, ficou revoltado com a assistente Márcia Bezerra Lopes Caetano (Fifa-RO), que não validou um gol baiano na derrota por 2 a 1 para o Palmeiras, neste domingo, no Palestra Itália. O Leão, por meio da Federação Bahiana de Futebol, fará um protesto à Comissão de Arbitragem.

Na avaliação do dirigente, a assistente cometeu um erro grave na partida, ao não ver que Marcos pegou dentro do gol uma cabeçada de Roger. A revolta era tanta após o jogo que Jorge Sampaio pediu o afastamento da arbitragem feminina nas partidas entre homens. 

– A gente sabe que a nossa voz nordestina é fraca e pouco ouvida no eixo Rio-São Paulo, mas quero um encontro com o Sérgio Corrêa (chefe da Comissão de Arbitragem) para mostrar à CBF que mulher tem que apitar e bandeirar jogo de mulher. Futebol feminino existe para isso. A bola entrou e não foi pouco. Pelo menos dois palmos – protestou o dirigente.

 

In http://globoesporte.globo.com

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: